domingo, 12 de outubro de 2008

22/06/2007




Madrugada insone, manhã de ar seco no coração do Brasil.




Apesar,


(da falta de grana, da falta de tempo, da falta de ânimo, de tanto mais)


a vida continua.







2 comentários:

Maya disse...

Gosto de suas poesias.
São curtinhas, transparentes e infinitas.

Paulinha Fernandes disse...

Concordo com a Maya.
E veja só como é a vida... Já não é mais no coração do Brasil, o ar é estremamente úmido e, ainda assim, há o 'apesar'... hehehe... e a vida, ainda, continua!
Te amo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...